2020-10-30

Reagir à pandemia -mensagens

 No início do ano letivo, a turma SE1 do 10.º ano realizou um vídeo com mensagens significativas sobre o modo como devemos atuar face ao Covid 19. Trabalho coletivo e original a ser visto e ouvido:


 


Outono

 

 

 do chão do nosso jardim, outubro, 2020

Vegetal e só

É outono, desprende-te de mim.

Solta-me os cabelos, potros indomáveis
sem nenhuma melancolia, 
sem encontros marcados,
sem cartas a responder.
 
Deixa-me o braço direito, 
o mais ardente dos meus braços, 
o mais azul, 
o mais feito para voar.
 
Devolve-me o rosto de um verão 
sem a febre de tantos lábios, 
sem nenhum rumor de lágrimas 
nas pálpebras acesas.
 
Deixa-me só, vegetal e só, 
correndo como um rio de folhas 
para a noite onde a mais bela aventura 
se escreve exactamente sem nenhuma letra.
 
Eugénio de Andrade, «As palavras interditas», 
Poesia, Fundação Eugénio de Andrade, 2000, p.62

2020-10-20

Liberdade, eu ensino o teu nome.

   


                                                      in: Libération, 19.10.20

 

Samuel Paty, professor, assassinado por falar em aula sobre a liberdade de expressão. 

A cidadania conversa-se na escola. A cidadania pratica-se na escola.

e não deixamos cair no esquecimento.

2020-10-14

Apresentação da biblioteca

 

Neste mês internacional das bibliotecas escolares, apresentamos a nossa biblioteca aos alunos das turmas que iniciam um ciclo na escola: as turmas do 8.º e do 10.º ano.

Como os livros estão arrumados na sala de leitura e como se podem encontrar no nosso catálogo é o principal tema desta sessão, na qual também convidamos à participação no jornal e nos concursos de leitura a que aderimos.

2020-09-25

Estamos on com segurança

 

 


Em conformidade com as regras de segurança estabelecidas pelo Agrupamento, pelo Ministério da Educação, pela Direção-Geral da Saúde, pela Rede de Bibliotecas Escolares e pela Rede Nacional de Bibliotecas Públicas estabelecemos um regulamento de contingência face ao Covid 19. 

O espaço cumpre as regras de distanciamento físico, o uso de máscara é obrigatório, bem como a higienização das mãos à entrada e sempre que for necessário no nosso espaço interior, higienizam-se os equipamentos após cada utilização, os livros ficam em quarentena.

Criámos as condições para que a biblioteca cumpra a sua função na escola, como espaço de promoção da leitura, de aprendizagem, de desenvolvimento de competências associadas ao perfil do  aluno e às literacias da informação, da leitura e dos media. E para que os alunos possam aceder ao nosso fundo documental e possam ler. 

Estamos on. Sejam bem-vindos

 


2020-09-08

Antologia sobre epidemias


Publicamos em antologia os textos e  imagens sobre pandemias que fomos apresentando neste blogue durante o confinado mês de abril. A edição Das epidemias pode consultar-se aqui ao lado (no separador lateral publicações da biblioteca) com uma nova organização que facilita a leitura. 

Os textos e algumas das imagens podem permitir bons exercícios de interpretação e debate. 

Clique na imagem do separador e boas leituras.

começar de novo

Depois do confinamento e da quarentena, retomamos à escola e começamos a preparar a biblioteca para este novo tempo. 

Normalmente, em setembro, o verde ainda domina o nosso jardim interior, mas, desta vez, um corte nos caules de vinha virgem que cobria as paredes matou as plantas e trouxe-nos um ambiente invernal.

Não perdemos a força, mas sem a companhia habitual da natureza o espaço ficou mais triste.
 

2020-07-07

Trabalhos Pordata

Publicamos (aqui ao lado em trabalhos dos alunos) trabalhos realizados este ano na disciplina de Economia, que utilizaram a Pordata como fonte de pesquisa.
Recordamos que todos os anos a biblioteca proporciona uma formação realizada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos sobre esta importante base de dados a todos os alunos do 10.º ano de Humanidades, Ciências Sociais e curso profissional de Turismo

Ler Ciência - Pedro Ferreira




Pedro G. Ferreira Uma Teoria Perfeita.

Lisboa: Editorial Presença, 2014 ISBN: 9789722352260


A teoria da relatividade geral de Einstein não é muito fácil de perceber. A descodificação da teoria exigia o domínio de uma linguagem matemática desconhecida e o conhecimento de diversos conceitos, com os quais poucas pessoas estavam familiarizadas. Porém, tal não impediu Pedro G. Ferreira, professor de Astrofísica na Universidade de Oxford, de embarcar nesta viagem repleta de mistérios e genialidade.
Após um estudo intenso, Pedro G. Ferreira sentiu necessidade de escrever um livro – Uma Teoria Perfeita - no qual apresenta, de forma acessível e sem formulações técnicas, este ramo mais apreciado pela física moderna. Trata-se precisamente de uma biografia da relatividade geral.
Ao longo de catorze capítulos que formam esta obra, apercebemo-nos do vasto leque de físicos, do séc. XX, que contribuíram para a evolução desta teoria e constatamos que desde o princípio, apesar de alguns contratempos, Einstein tinha razão relativamente à história do universo. Ele era a chave para compreender a origem do tempo e a evolução de todas as estrelas e galáxias que existem no cosmos. Como tal, o autor caracteriza a teoria como sendo “perfeita”, pois resistiu praticamente intacta ao longo de cem anos.
À medida que fui lendo, tornou-se visível o fascínio de Pedro Ferreira pelo tema. Penso que foi por essa razão que continuei a leitura.
Não tinha preferências na escolha do livro e, quando peguei nesta obra, decidi arriscar. Era um tema sobre o qual não tinha grande conhecimento e, sinceramente, não o compreendia devidamente bem. É preciso ler com calma e ter alguma paciência, visto que se trata de um relato de acontecimentos que envolvem vários cientistas e suas teorias. Apesar de se tornar massudo em algumas partes, no final vale a pena todos os minutos de leitura. Pedro G. Ferreira relata de tal forma a história que acaba por nos contagiar o gosto pela teoria do espaço-tempo de Einstein, que rapidamente me levou a visualizar vídeos relativos ao tema!
Em suma, nesta obra o autor chama também a atenção para a importância da teoria da relatividade geral como base para muitos estudos realizados neste século.
Deste modo, com base naquilo que já referi ao longo do texto, aconselho a leitura da obra que, apesar de biográfica, tem uma linguagem fácil, cujo desenvolvimento do tema se vai tornando cada vez mais cativante.

Maria Margarida 

Recensão realizada no âmbito do projeto Ler Ciência, uma parceria entre a disciplina de  Física do 12.º ano (turma CT3) e a biblioteca

Ler Ciência - Neil deGrasse Tyson







Neil deGrasse Tyson, Astrofísica para Pessoas com Pressa. Uma Viagem Rápida e Iluminante ao Cosmos

Lisboa: Gradiva, ISBN: 9789896167813
Áudio-livro:
https://www.youtube.com/watch?v=fORZASxZMEQ, 2017, acedido em julho,2020

Astrofísica para pessoas com pressa é um livro destinado ao tipo de pessoa que quer saber mais acerca do universo, mas não se quer submeter a um curso de astrofísica, o seu autor, e, no meu caso, também narrador têm, na minha opinião uma maneira única de cativar a sua audiência, tanto nos seus livros como nos seus documentários, e esta é a principal razão que me levou a escolher um livro da sua autoria, e que espero que vos motive também para a sua leitura.
Como já referi anteriormente eu escolhi ouvir, não ler, este livro (pessoalmente tenho uma séria aversão a ler, não me consigo concentrar por muito tempo no livro que estou a ler, começo a ter cansaço nos olhos e dores de cabeça), por isto decidi ouvir uma versão áudio do livro narrada pelo próprio escritor, e tenho que dizer que foi das melhores escolhas que fiz, tendo em conta que Neil deGrasse Tyson tem uma voz excelente como já tinha constatado nos documentários onde ele é anfitrião, e que ele melhor que ninguém sabe como e o quê quer transmitir com a leitura do livro, posso muito facilmente concluir que a experiência de ouvir o livro seja tão boa se não melhor do que realmente lê-lo, para não falar do facto de que se pode ouvir este livro no Youtube sem qualquer custo adicional e de que o livro completo tem pouco menos de 4 horas no total.
Falando agora mais do conteúdo do livro em si, como referi na introdução, o livro engloba uma área enorme do nosso conhecimento do universo, desde a história do mesmo até à busca de vida extraterrestre este livro tem a mistura Ideal de conhecimento e entretenimento, dá nos a saber o suficiente para saciar a natural curiosidade humana mas dá também motivação a quem queira prosseguir estudos nesta área da ciência.
Esta obra é sem dúvida uma viagem com o dever de ser tomada, e para mim não há melhor navegador num Universo tão vasto e misterioso como Tyson.

Rui Bernardino




Recensão realizada no âmbito do projeto Ler Ciência, uma parceria entre a disciplina de  Física do 12.º ano (turma CT3) e a biblioteca

Ler Ciência - Carl Sagan





 
Carl Edward Sagan, Cosmos
Lisboa: Gradiva, 2019 ISBN: 9789896163181



Escolhi o livro Cosmos por se tratar de ciência e especialmente astronomia pois é um tema superinteressante não só para mim, mas para a maior parte das pessoas que escolheram Física no 12ºano. Quem não gostaria de saber o que é o universo?

Cosmos está dividido em 13 capítulos: Carl Sagan fala do universo, sistema solar, Big Bang, Biblioteca de Alexandria, “calendário cósmico”, origem da vida, seleção natural e artificial, diversidade da vida na terra, ancestrais do Homo Sapiens, astrologia e astronomia, Kepler, trajetórias dos planetas, colisão entre planetas, planeta Vénus, efeito estufa, sondas espaciais, planeta Marte, semelhanças e diferenças entre Marte e Terra, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno, as estrelas, teoria geocêntrica e heliocêntrica, pensamento grego, nascimento do pensamento científico, Einstein e a Teoria da Relatividade, a constituição atómica do Universo e dos seres viventes, “ciclo de vida” das estrelas, buracos negros, evolução, origem e expansão do universo, o cérebro humano, a possibilidade (ou não) de vida em outros planetas, armas nucleares e seus perigos, a sobrevivência de nossa e de todas as espécies no futuro. Carl Sagan consegue integrar a ciência social, física, química, matemática e história de uma forma simples.

Sagan faz-nos perceber o quanto pequenos somos quando comparados à imensidão do universo e perceber que seria egoísmo pensar que estamos sozinhos nele

As reflexões conduzidas por Carl Sagan, são excecionais, pois consegue transmitir a mensagem de forma descomplicada e direta. Tem uma escrita bastante didática e de fácil compreensão. Recomendo este livro a toda gente que tenha interesse e oportunidade de ler este livro extraordinário, que, apesar de ser antigo, ainda é bastante atual.


Miguel Hilário


Recensão realizada no âmbito do projeto Ler Ciência, uma parceria entre a disciplina de  Física do 12.º ano (turma CT3) e a biblioteca

Ler Ciência - Carl Sagan





Carl Sagan, Um Mundo Infestado de Demónios. A ciência como uma luz na escuridão
Lisboa: Gradiva, 2012   ISBN: 9789896164737

A ciência é de facto a peça mais fundamental para o desenvolvimento do homem e, ao longo dos anos, isso tem-se provado. No entanto, religiões e diversas lendas parecem não se beneficiar desta e até chegam a confrontar as ideologias da ciência, dizendo que esta destrói a espiritualidade. Nesta obra, Carl Sagan, cientista, físico, divulgador científico, entre outros, vem não só provar firmemente que a ciência não arruína a espiritualidade como também desmentir famosas lendas e mitos da pseudociência.
Sagan destaca diversas vezes o método científico, provando que este é a melhor opção para o descobrimento. Mesmo que seja um bom argumento, o que é de facto, este é bastante apresentado, dando a noção de poucos argumentos e tornando o livro bastante exaustivo. O autor aparenta ser uma figura bastante crítica, parecendo insultar todos aqueles que não seguem a suas ideias. Gostei bastante desta representação, reforça os seus argumentos e torna-os fortes.
No que toca a conteúdo, o livro apresenta bastantes exemplos, desde a Antiguidade, com a aparição de deuses, até à atualidade, com a aparição de extraterrestres. Sagan questiona estes acontecimentos, visto que estes não recorrem a nenhuma prova científica, questionando se não é apenas uma má interpretação/associação.
Com todos estes argumentos, Sagan dá sustentabilidade à sua tese e, acompanhado por uma linguagem acessível e apelativa, Um Mundo Infestado de Demónios é, para além de uma leitura recomendada, uma grande experiência.

Daniel Silva



Recensão realizada no âmbito do projeto Ler Ciência, uma parceria entre a disciplina de  Física do 12.º ano (turma CT3) e a biblioteca